Instituto de Soldagem e Mecatrônica

Ensino, pesquisa e desenvolvimento em Tecnologia de Soldagem:
processos, procedimentos, equipamentos e instrumentação.
e-mail
 
Home Restrito e-mail Home
Projetos arrow Atuais arrow Sistema Avançado de Soldagem para o Setor de Petróleo e Gás com Ênfase em Estruturas de Alumínio (SISASOLDA)

Sistema Avançado de Soldagem para o Setor de Petróleo e Gás com Ênfase em Estruturas de Alumínio (SISASOLDA)

Data de início: 2013
Sistema Orbital para a Soldagem de Tubulações de Grande Diâmetro

O cenário atual da indústria de petróleo e gás é uma grande oportunidade de negócios. De acordo com um mapeamento feito pela Abenav e pelo Sindicado Nacional da Indústria de Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval). as encomendas da Petrobras para o desenvolvimento da produção de petróleo, incluindo os campos do pré-sal. chegarão a USS 150 bilhões até 2020 e incluem na lista 97 plataformas e 510 barcos de apoio.
Nesta área, a soldagem é um dos gargalos, praticamente ditando o ritmo da construção. Hoje, mais de 70% das soldas são realizadas manualmente e o setor sofre com a alta rotatividade de soldadores. Neste contexto, a necessidade de maior competitividade, num mercado que é global, gera pressão por maior produtividade, qualidade, sustentabilidade e padronização, demandando maior independência em relação ao soldador. No entanto, em muitas soldas no setor de petróleo e gás, existem fatores complicadores, como: geometria e peso das peças, dificuldade de posicionamento, variedade de posições de soldagem e variações dimensionais como ovalizações e deformações térmicas. Gera-se, portanto, oportunidade para inovações não somente em novos processos de soldagem como também em sua automação, as quais sejam capazes de atender, com elevado grau de autonomia, as condições mencionadas.

A ênfase na soldagem de alumínio surge de uma tendência crescente de seu uso na produção de embarcações, como também de componentes de plataformas, navios e refinarias. Suas propriedades mecânicas e alta resistência à corrosão têm motivado esta tendência. Porém, seu comportamento sob soldagem é complexo, demandando técnicas especiais para obtenção de resultados estáveis. No Brasil, praticamente não existem supridores da "expertise" necessária, se configurando uma grande oportunidade de inovação e de negócios. Embora a ênfase seja a soldagem do alumínio, pelos desafios que apresenta, as tecnologias serão desenvolvidas no sentido de permitir a utilização também em aço.

O objetivo geral encontra justificativa na viabilização da soldagem de alumínio com alta qualidade e produtividade, contribuindo para aumento da competitividade do Brasil nos setores produtivos concernentes. Ganhos em sustentabilidade, pela maior eficiência energética, menores emissões e melhores condições de trabalho também devem ser citados. Ademais, o fato de se gerar tecnologia nacional fomenta a formação de Recursos Humanos nacionais de alta capacitação, reduzindo importações de equipamentos e serviços.

Objetivo Geral
O objetivo geral do presente projeto é o desenvolvimento de um sistema avançado de soldagem (SISA), que permita a fabricação de componentes estruturais e de dutos focado na indústria naval e de petróleo e gás, com ênfase na soldagem do alumínio. O intuito é dotar o sistema com tecnologias inovadoras para se obter o máximo de autonomia nas operações de soldagem, aliando ao mesmo tempo:

  • inteligência, através de sensoriamento, como visão e orientação;
  • conhecimento, através de uma base de dados com informações sobre modalidades e procedimento de soldagem;
  • comunicação, uso de tecnologias de informação para interconexão, acesso remoto, conexões web e controle wirelles;
  • memória, por meio de monitoramente de sinais permitindo inspeção e rastreabilidade.

Além de todas estas tecnologias operando de forma integrada, o SISA conterá um móldulo de controle de corrente e tensão de soldagem de resposta elevada para suprir as necessidades das modalidades de soldagem mais recentes.


 

Projeto


FINEP

Copyright © 2005 - 2016, LABSOLDA. Todos os direitos reservados.

Home Restrito e-mail Home